Oferta de serviços diversificados

O setor de serviços representa mais de 65% da economia do Estado do Rio de Janeiro, sendo um forte dinamizador e gerador de empregos, tanto nos centros metropolitanos como no interior, respondendo por mais de 16.000 abertura de postos de trabalho até Novembro de 2019, uma fatia de 70% do total de vagas do estado. Em 2016 o faturamento do setor foi igual a R$ 210 bilhões, com destaque para informação e comunicação, R$60 bilhões, transporte, R$56 bilhões e serviços prestados às empresas, R$50 bilhões.

O encadeamento produtivo dos serviços na economia traduz a importância deste setor para outras atividades, principalmente pela prestação de serviços especializados que aumentam a eficiência das empresas, otimizam processos e agregam valor às cadeias de produção, distribuição e comercialização. Isso fica bastante evidenciado em segmentos marcados pela inovação e tecnologia de ponta, como o setor de óleo e gás que, no caso do Rio de Janeiro, responde isoladamente por cerca de 15% da economia local, demandando uma série de serviços de alto conteúdo tecnológico.

Agrupando as atividades prestadoras de serviços, o segmento que apresenta maior representatividade no setor de serviços é aquele ligado à “administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social”, que responde por quase 20% do PIB fluminense em 2015, vindo a seguir “atividades profissionais, científicas e administrativas” com 10%.