Oportunidades de Investimentos

O Parque Tecnológico da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ) foi eleito em 2013 pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores como o melhor parque tecnológico do Brasil. Ele é composto por instituições de renome internacional, com destaque para o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes), considerado o principal centro de pesquisas do setor na América Latina, tendo sido agraciado com o "Offshore Technology Conference", maior premiação mundial do ramo do petróleo.

A seguir a relação dos centros de pesquisa, de desenvolvimento tecnológico e dos laboratórios instalados no Parque Tecnológico da UFRJ:

CENTROS DE PESQUISAS

GRANDES EMPRESAS

PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

LABORATÓRIOS

O PARQUE BIO RIO

O Parque BIO-RIO localiza-se dentro do campus da UFRJ e abriga mais de 40 empresas que desenvolvem pesquisas voltadas para a biotecnologia industrial e ambiental. Saiba mais em: Biorio

Em 2016, o Parque Tecnológico da UFRJ e Fiocruz criaram o centro de referência em farmoquímica, com o objetivo de transformar o Brasil em produtor de insumos para remédios com a ajuda de startups.

PARQUE TECNOLÓGICO DA VIDA

O Instituto Vital Brazil atende a todo o setor público, com a produção de soros e medicamentos de uso humano, além de realizar estudos e pesquisas no campo farmacêutico, biológico, econômico e social. Seus serviços vão de diagnósticos laboratoriais e epidemiológicos a programas de controle de doenças que ameaçam a saúde pública do Estado do Rio de Janeiro. Saiba mais em: Vital Brazil

O Parque Tecnológico da Vida foi criado em 2010, com o objetivo de tornar o Estado do Rio de Janeiro uma referência na área de “ciências da vida”, com foco em biotecnologia nos setores da saúde, meio ambiente, agropecuária e industrial. É uma ação de desenvolvimento socioeconômico, criada entre o Instituto Vital Brazil, a Universidade Federal Fluminense (UFF), a Secretaria municipal de Ciência e Tecnologia de Niterói (SMCT), a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (Pesagro Rio) e o Instituto Initiare (organização civil sem fins lucrativos). O parque é voltado para a geração de empreendimentos inovadores de base tecnológica (startups).